sábado, 31 de maio de 2014

NOSSA SENHORA DA EXPECTAÇÃO DO PARTO DA SENHORA

NOSSA SENHORA DA EXPECTAÇÃO DO PARTO DA SENHORA OU NOSSA SENHORA DO Ó É A VIRGEM PROTETORA DAS MULHERES GRÁVIDAS


     No histórico da imagem de Nossa Senhora da Expectação do Parto da Senhora ou Nossa Senhora do Ó, a protetora das mulheres grávidas, na biblioteca do Museu de Torres Novas consta que a virgem ficou mais conhecida como Nossa Senhora do Ó pelo fato de começar pelo "Ó" cada uma das antífonas que a igreja canta nos sete dias que precedem o Natal.
     Há que diga que o "Ó" poderia ser também a letra mais próxima do formato ovalado de uma barriga grávida". A Igreja, em outros tempos, quis divinizar a gravidez da mãe de Cristo e assim deificar a missão mais nobre da mulher: a maternidade, mas depois as imagens de Nossa Senhora grávida presentes nas igrejas, por questões de moralismo, foram enterradas ou destruídas pela Igreja, sobrando poucas, uma delas no Conselho de Torres Novas (Portugal). Registram-se outras imagens em Águas Santas, Elvas, Tomar, Viseu e Sobral da Adiça.
     Não conseguiu essa intolerância, segundo o livro citado, contudo, evitar que as mulheres grávidas, em Portugal, fossem cheias de fé, implorar a proteção da virgem grávida. Nossa Senhora do Ó, segundo o livro do Museu de Torres Novas, deveria ser bem glorificada pela suprema honra de albergar em seu ventre o filho de Deus, tanto que consta da oração do Pai Nosso o verso: "Bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus!".
     A citada imagem do livro, de Nossa Senhora do Ó, tem seis palmos de comprimento, está com a mão esquerda assenta no ventre e não no peito, como se verifica normalmente nas imagens de invocação.
ETZEL, Eduardo. Nossa Senhora da Expectação ou do Ó. São Paulo: Bovespa, 1985.